5 ESTRATÉGIAS DE MARKETING PARA EMPREENDEDORES DIGITAIS

Conheça 5 estratégias de marketing para aplicar no seu negócio e ter sucesso no mercado digital em 2022.

Muitas pessoas sonham em se tornar empreendedores e, com a pandemia, muitas ações precisam ser realizadas de casa e, com isso, o marketing para empreendedores digitais cresce ainda mais! 

O aumento de empreendedores dos mais diversos perfis nesse ambiente, como influencers digitais e vendedores, fez com que o marketing para empreendedores digitais se mostrasse crucial para se destacar no ambiente.

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, no período pandêmico, ocorreu o crescimento de 68% de serviços relacionados ao comércio digital. O mesmo ocorreu com as compras realizadas pela internet. 

Com o elevado volume de pessoas em busca de produtos na rede e com o crescimento das empresas online, é importante conhecer como funciona o marketing para empreendedores digitais.

Contudo, além das lojas virtuais, novos modelos de empreendimentos surgiram com as mídias digitais. Esse é o caso de criadores e gestores de conteúdo, influencers, YouTubers e até afiliados.

Independentemente de qual desses setores você está atuando (ou deseja atuar), neste artigo traremos algumas estratégias que podem ser utilizadas no ambiente digital, com o objetivo de atrair mais clientes, fazer um conteúdo de qualidade e obter credibilidade no mercado. Confira mais detalhes a seguir!

Os negócios no ambiente digital

Para saber as estratégias utilizadas no ambiente dos empreendedores digitais, é importante compreender quais negócios são vinculados ao ambiente digital. 

Como pode ser percebido, existem várias possibilidades na rede e, dentre elas, destacam-se os seguintes:

Ou seja, qualquer serviço que é prestado no ambiente digital pode ser considerado um empreendedorismo digital. 

Inclusive, muitas empresas que só atuavam no ambiente físico encontraram formas de sobreviver, se renovar e se destacar no ambiente digital, sobretudo, neste período pandêmico.

Com isso, as empresas conseguem atrair um público mais diversificado e não depende somente das vendas em loja física, que poderia restringir a atuação de lojas, por exemplo. 

No entanto, cabe ressaltar que mesmo antes da pandemia muitas oportunidades se desenhavam nas redes. O que houve foi a aceleração da implementação/migração para esses ambientes.
Inclusive, a tendência é que as mídias, dados e redes de computadores se tornem cada vez mais presentes nas rotinas, criando novas oportunidades de negócio.

Benefícios e particularidades do empreendimento digital

Neste momento, pode surgir dúvidas quanto aos demais benefícios – além da redução de barreiras físicas – de investir em um empreendimento online.

imagem que represente meio digital
Pode-se destacar que o negócio no ambiente digital tem um alcance maior

No ambiente digital as barreiras são menores. Afinal, independentemente de onde um conteúdo é produzido ou de onde uma loja está, é possível consumir o produto – mesmo que este demore alguns dias para chegar na casa do consumidor.

Isso porque o conforto e a facilidade superam as distâncias e o tempo para ter o produto, havendo confiança na marca e na importância do produto/serviço.

Assim, muitas pessoas têm apostado no conforto da sua casa e realizado as mais variadas compras/ contratações no ambiente digital. O mesmo se dá no consumo de vídeos e textos por meio do celular, em qualquer lugar que o internauta estiver.

Além disso, os negócios online não necessitam de um elevado investimento inicial, reduzindo os custos voltados à infraestrutura e estoque, bem como para marketing digital. 

Isso porque não há necessidade de ter um espaço físico, o que evita despesas de aluguel, eletricidade, água e outros. 

imagem que represente flexibilidade de horário
O empreendedor digital pode trabalhar em diversos horários e de diversos locais

Outra vantagem do empreendedorismo online é a flexibilidade, tanto na realização do trabalho, como no processo de vendas e de transações que podem ocorrer em vários dias e horários, com ferramentas diversas disponíveis na internet e que proporcionam segurança (como e-commerces e plataformas de pagamento).

No caso de lojas virtuais, por exemplo, muitos clientes dão preferência por realizar compras no ambiente digital (como pode ser percebido ao longo do material) e, atualmente, é possível comprar desde viagens até eletrodomésticos. 

Além disso, é possível realizar anúncios, integrando o site com as redes sociais, como o Twitter Ads, Instagram e Facebook. 

Com isso, o negócio se expande, aumentando números como:

  • Visualizações em anúncios;
  • Compartilhamento de conteúdos;
  • Interações com a página;
  • Curtidas e seguidores;
  • Vendas e clientes fidelizados.

Já no caso de criadores de conteúdo e influencers, o investimento em equipamentos para a produção de materiais de qualidade é necessário, como celulares e microfones.

Contudo, o retorno também tende ser bastante vantajoso, indo desde parcerias criadas com marcas e vendas de produtos, até mesmo a contratação para materiais publicitários e criação de conteúdos patrocinados, aumentando o orçamento e base de seguidores.

Estratégias de marketing para seu empreendimento online

Agora que você conhece o empreendedorismo digital e as possibilidades nesse ambiente, é importante aprender as estratégias de Marketing específicas (e gerais) que podem ser aplicadas para desenvolver o projeto online, alcançando sucesso. 

Análise da concorrência e de parcerias

A primeira dica diz respeito à realização de benchmarking, uma análise da concorrência, do mercado que deseja atuar e dos potenciais parceiros, visto que outras empresas e influencers podem agregar à sua rede.

Inclusive, esse é um processo que se aplica aos diferentes segmentos digitais, sendo muito importante no início e remodelagem do negócio, colocando as perspectivas, a forma de alcançar objetivos e se destacar nas mídias de forma mais clara.

Uma empresa que não conhece seus concorrentes pode ficar para trás, pois é necessário saber as práticas utilizadas, como melhorar o seu setor e quais são os diferenciais que sua empresa tem.

Mais ainda, uma rede de fortalecimento e apoio é fundamental neste ambiente, auxiliando nos insights e nas recomendações, fatores que auxiliam na empreitada online e na valorização dos algoritmos, visto que citações/menções são fatores de ranqueamento.

Definição do público

A segunda estratégia é o estudo/definição do seu público-alvo e nicho de mercado. 

Isso porque é preciso atuar em um segmento específico e saber conversar de forma eficiente com a audiência almejada, para que as campanhas tenham efeito e o empreendimento se desenvolva. 

Lembre-se que poucos seguidores engajados e bons clientes que retornam e indicam podem ser mais valiosos que muitos potenciais clientes/seguidores que não interagem e não agregam valor à marca. 

Por isso, é importante pensar em uma solução, produto ou serviço que seja relevante para o público. 

Somente dessa forma é possível desenvolver ações voltadas ao Inbound Marketing, que é o marketing de atração focado em atrair os clientes. 

Se sua empresa não segmenta, muito provavelmente, ela não atrai os clientes certos para converter vendas, em casos de loja. 

Inclusive, uma dica extra nesse sentido é também criar uma persona, que é um personagem fictício, que ajuda a identificar características e interesses que otimizam a linha de produtos e as campanhas/assuntos criados/abordados.

Estruturação do negócio e de conteúdos

A terceira estratégia de marketing é voltada para a realização da análise SWOT, que identifica as forças e diferenciais do negócio, bem como a realização de um planejamento para a produção de conteúdo. 

Um planejamento para produzir e divulgar conteúdo é crucial para ações mais estratégicas e para manter o interesse dos usuários, atraindo novos clientes/seguidores. 

Sem planejamento, além da desorganização e repetição inadequada de temas, a qualidade do site/página também pode ser afetada. 

No caso da análise SWOT, a ação visa identificar quais são os pontos fracos e fortes do negócio, o que contribui para um melhor direcionamento dos assuntos e formatos usados. 

Com isso, a empresa consegue fazer um “ajuste de rota”, direcionando as ações para o que é realmente preciso para alcançar seus objetivos.

Produção de conteúdos estratégicos

A produção de conteúdo precisa contar com técnicas do Marketing de Conteúdo e Storytelling – além de, como dito anteriormente, um planejamento estratégico claro, principalmente em campanhas publicitárias.

Basicamente, esses materiais  não consideram apenas a venda, mas sim a informação, relacionamento e fidelização do cliente/seguidor a longo prazo.

Assim, a estratégia de conteúdo deve ser pensada com atenção, considerando que muitos usuários buscam informações e até mesmo entretenimento dentro de um nicho. 

Nesse sentido, o marketing de conteúdo ajuda a entender os interesses desse usuário, quais conteúdos apresentam melhor respostas e até a traçar a jornada de compra do cliente, otimizando as estratégias criadas. Alguns exemplos de conteúdo de marketing são:

  • E-books;
  • Vídeos personalizados;
  • Newsletter semanal;
  • Fotos e stories personalizados;
  • Criação de artes para redes sociais;
  • Envio de email marketing.

Nesse aspecto, o cliente pode baixar o seu e-book e conhecer mais sobre um determinado tema, inscrever-se em um formulário para receber um email marketing semanal, descobrir soluções, assistir vídeos, curtir as fotos e criar um relacionamento com a marca.

Ou seja, não basta apenas estar no ambiente digital.

imagem que represente produção de conteúdo
É preciso se diferenciar da concorrência e trazer materiais de qualidade

É preciso reforçar que mais do que estratégia, é fundamental atuar em uma área que goste, conheça e se identifique, pois cada vez mais a autoridade e a autenticidade se mostram critérios para relevância e destaque junto aos seguidores. Mais ainda, a criatividade é fundamental para ações mais atrativas e dinâmicas.

Investimento em materiais de vídeo

Por fim, a última dica diz respeito ao investimento em Marketing em vídeo, principalmente para o Youtube. 

Análises do mercado digital e das tendências entre consumidores indicam a alta de materiais em vídeo, o que pode ser percebido pelo crescimento dos Reels e TikTok.

Isso porque esse materiais são mais fáceis de serem consumidos, são dinâmicos e apresentam alto valor de entretenimento,

Contudo, não são apenas os vídeos rápidos que se destacam. Para se ter uma ideia, a plataforma do Youtube é uma das mais acessadas diariamente, com produções que contam com mais de 1 bilhão de visualizações. 

Ou seja, por meio da plataforma é possível tornar sua empresa mais visível, desenvolver um relacionamento com o cliente e obter mais conversões. Afinal, além de conteúdos é possível desenvolver publicidades que direcionam para o acesso em páginas e lojas.

Fique atento(a)!

Além das ações apresentadas ao longo do conteúdo, um aspecto fundamental para o negócio, mas que não se relaciona diretamente com marketing digital, é desenvolver uma estratégia financeira. 

Isso representa dizer que seu negócio no ambiente digital precisa gerar lucro e, para isso, é importante reconhecer quais são as despesas, receitas e lucratividade estimada.

Na relação com o marketing, é possível pensar em como monetizar o conteúdo, patrocinando vídeos ou direcionando a materiais pagos, como infoprodutos

Ou seja, sua empresa precisa pensar nas formas de pagamento que mais são adequadas para um determinado negócio e para os diferentes conteúdos.

Outra dica importante é se atentar a questões técnicas do site. De nada adianta trabalhar no ambiente digital, se o site oferecido ao cliente não tem qualidade. 

Para identificar a adequação da página,é importante estar atento aos seguintes elementos:

  • Velocidade do carregamento;
  • Adaptação para diferentes telas;
  • Layout definido e boa identidade visual;
  • Segurança nos processos de pagamento;
  • Acessibilidade. 

Isso porque páginas lentas, que não possuem certificados de segurança para pagamentos, desorganizadas e com identidade visual fraca, bem como sem adaptação e usabilidade, podendo fazer com que o cliente desista da compra ou que os internautas abandonem o blog. 

Por isso, é importante se atentar à qualidade do conteúdo produzido, mas também à qualidade do canal usado. O que achou do artigo do blog? Escreva seu comentário para nós e conte com a Tactus, contabilidade digital especializada para negócios digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não deixe seu negócio sem uma Contabilidade Especializada

Solicite uma proposta agora!