O Banco do Brasil fechar suas agências nos ensina sobre empreendedorismo

O Banco do Brasil fechar suas agências nos ensina sobre empreendedorismo

O Banco do Brasil anunciou recentemente o fechamento de 400 agências, além de informar sobre a intenção de transformar algumas das suas agências remanescentes em postos de atendimento, ou seja, em agências mais simplificadas.
Entenda a seguir quais os motivos para essa mudança e o que é possível aprender, como empreendedor, sobre essa tomada de decisão feita pelo Banco do Brasil.

O motivo da mudança e o que isso ensina aos empreendedores

O principal motivo para a mudança que está sendo feita pelo Banco do Brasil é a percepção de que a necessidade de ter uma agência física nessa era digital é muito menor. Isso significa que toda a estrutura das agências (móveis, pessoas, riscos que envolvem o fato de trabalhar com o dinheiro dentro do banco), está sendo modificada pela inserção digital.

O Banco do Brasil declarou que mais de 60% das suas transações são feitas através da internet. O motivo para isso é o fato de que, nos dias de hoje, existe a possibilidade do empresário ou pessoa física realizarem a maior parte das suas atividades diretamente através da internet, de forma mais prática e rápida.  Além disso, os clientes do banco podem também usar os postos de atendimento com a possibilidade de realizar o autosserviço.

Hoje notamos que as empresas estão cada vez mais perdendo espaço no mercado. Um dos principais motivos é o alto custo do varejo. Um exemplo básico é quando surgem empresas que oferecem seus produtos a preços mais baixos através das transações eletrônicas. Isso faz com que o custo logístico da empresa seja reduzido, já que a estrutura e o envolvimento de pessoas nesse processo é menor, o que acaba influenciando diretamente o negócio.

Esse exemplo demonstra de forma clara que o mercado está mudando de forma irreversível por conta das transações digitais e, por esse motivo, os empreendedores devem estar atentos e dar a importância que esse fato merece.

Até que ponto o seu negocio é hoje um negócio digital?

O Banco do Brasil, assim como os outros bancos, percebeu que está perdendo mercado. Atualmente existem instituições bancárias que sequer possuem uma agência física, atuando de forma 100% digital, ou seja, através da internet.

Há alguns anos atrás, foi criado o Banco 1, um portal financeiro controlado pelo Unibanco. Seu objetivo era não ter agências físicas, de forma que o trabalho era realizado através de um motoboy, que levava os documentos para os clientes.  Esse modelo de banco envolvia um processo logístico que hoje não existe mais. Porém, por não ter sido muito bem aproveitado, acabou resultando em seu fracasso.

Apesar disso, nos dias atuais, é possível abrir uma conta bancária utilizando um banco 100% digital, sem a necessidade de comparecer a uma agência ou receber qualquer tipo de documento. Isso demonstra que é preciso repensar sobre o modelo de gestão de um negócio e a quebra de barreira, do físico para o virtual.

Cada negócio possui as suas particularidades próprias, mas a realidade é que tem se tornado cada vez mais difícil manter um negócio que não necessite do meio digital para se tornar bem sucedido a longo prazo. As estruturas físicas são mais caras e envolvem um número grande de pessoas, o que justifica estarem sendo modificadas de forma permanente por esse aspecto digital.

Com base na experiência do Banco do Brasil e toda essa mudança pela qual o mercado está passando, é importante que empreendedor busque compreender um pouco mais a respeito e se atualize, para assim se manter vivo e competitivo no mercado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente