Pagar 60% de comissão para um afiliado, vale a pena?

Pagar 60% de comissão para um afiliado, vale a pena?


Será que este percentual é muito alto? 

Vamos mostrar alguns cálculos simples para que possa entender melhor.

Para entender como pode definir o preço e o percentual que você pode dar para seus afiliados, acompanhe o conteúdo abaixo.

Entenda o cálculo

Supondo que o seu produto digital custe R$100,00, sobre este valor você terá o comissionamento da plataforma sendo ele Hotmart, por exemplo, de 10%, então do valor total da restante é de R$90,00.

Estes R$ 90,00 serão divididos, onde 60%, no nosso caso hipotético, vai para o afiliado, que é o total de R$54,00, e com isso resta ao produtor R$36,00.

É comum você como produtor pensar que este é até um valor razoável pois, não terá o trabalho de fazer o tráfego, quem faz o tráfego neste caso e gera demanda é o afiliado, e assim você ganha dinheiro sem ter tanto “trabalho”.

Mas será que as coisas devem ser tratadas somente desta forma?

Muitas vezes o produtor não leva em consideração um fator tributário envolvido com o produto digital, mas, que fator é esse?

O fator é que o percentual do seu imposto vai incidir sobre o valor total do produto.

Quem compra o produto não está preocupado se você teve ajuda de um afiliado

Quem comprou o seu produto não está preocupado e nem quer saber se você teve ou não a ajuda de um afiliado, ele vai receber a nota fiscal referente ao valor total do produto.

E mesmo que o seu consumidor não peça a nota fiscal a informação do valor total, dos R$100,00, consta nos registros da plataforma que você escolher.

E se este valor for usado contra o seu negócio?

Isso pode acontecer se a Receita Federal coletar os dados do transacionamento, pois a plataforma só faz a transação.

Suponhamos que você tem uma alíquota de 10% de imposto, vai perder mais R$ 10,00; com isso sobraria apenas R$26,00 que representa 26% de lucratividade.

Provavelmente mesmo você trabalhando com afiliados você vai precisar fazer campanhas de remarketing, terá os custos relativos ao produto, suporte, seus custos fixos e etc.

O que levar em consideração

A pergunta que você deve ser fazer é:

Será que vale a pena entregar 60% para um afiliado e ficar somente com 26% no final, fora os demais custos inerentes da operação?

Essa é uma pergunta que eu não consigo responder para o seu negócio. O que você precisa considerar é a necessidade de levar em conta todos os percentuais e todos os valores relativos ao custo do seu produto.

Você não pode esquecer do valor do imposto que vai pagar, você não pode deduzir estas despesas do valor do imposto a pagar.

O fator gerador do imposto, a base de cálculo, vai ser exatamente o valor do produto.

Não esqueça o valor do imposto que você irá pagar

Em alguns casos que já presenciamos na Tactus,foi dada uma comissão muito alta, e ainda no momento de fazer o saque o produtor precisou fazer antecipação de valores e antecipou o saque com a plataforma e ainda pagou um percentual sobre esta antecipação, ou seja, a lucratividade ficou muito pequena.

É preciso considerar que dependendo do valor que você dá de comissionamento vai acabar com um ROI negativo em relação ao seu produto e consequentemente isso vai gerar prejuízos para o seu negócio.

Você deve pensar estrategicamente, existem muitas formas de dar comissionamento através de produtos alternativos, mas para dar um comissionamento muito alto no seu produto principal, deve considerar que a sua lucratividade vai cair muito e vai ganhar muito menos, na maioria dos casos, do que o próprio afiliado.

Este é um mercado de decisão estratégica e você precisa avaliar qual a melhor para o seu negócio.

É importante enxergar tudo que envolve a operação com seu produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale com a gente