microempreendedor

Microempreendedor

Escritórios contábeis que já aderiram ao Simples Nacional vão assessorar o autônomo até a formalização completa da empresa Beatriz Borges Brasília – Os candidatos a Empreendedor Individual poderão contar com a orientação gratuita de profissionais das empresas de contabilidade que já aderiram ao Simples Nacional. A lista dos contabilistas que prestarão o serviço aos futuros empreendedores estará disponível no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). O contabilista ficará responsável por prestar informações sobre a nova categoria empresarial e assessorar o autônomo até a formalização completa do negócio. Continue lendo

Inscrição Empreendedor Individual

Formalização – Inscrição do Empreendedor Individual será via internet A previsão do ministro da Previdência, José Pimentel, é que o proceso de formalização demore, no máximo, 30 minutos Dilma Tavares Audiência pública na Câmara dos Deputados teve o objetivo de esclarecer os benefícios do Empreendedor Individual AmpliarCopiarGaleriaBrasília – A inscrição para aderir ao Empreendedor Individual será feita pela internet e a formalização desse empreendedor deverá levar, no máximo, 30 minutos. Foi o que adiantou o ministro da Previdência Social, José Pimentel, após participar de audiência Continue lendo

Instruções para Microempreendedor Individual MEI

O Comitê Gestor do Simples Nacional – CGSN aprovou no último dia 28 resolução que estabelece as condições para formalização do Microempreendedor Individual-MEI, no âmbito do Simples Nacional. A partir de primeiro de julho, os profissionais autônomos que queiram se beneficiar do regime simplificado poderão efetuar o recolhimento mensal de impostos cujo valor máximo será de R$ 57,15. A figura do MEI, criado pela Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, representa uma grande oportunidade para que o empresário individual venha a se formalizar, pagando pequenos Continue lendo

Regras para Microempreendedor

Wellton Máximo A Receita Federal regulamentou a figura do microempreendedor individual (MEI). Com a medida, a partir de 1º de julho, trabalhadores autônomos poderão sair da informalidade ao recolherem, de forma simplificada, contribuições para a Previdência Social e impostos para estados e municípios. Aprovada em dezembro, a lei considera microempreendedor individual o profissional autônomo que recebe até R$ 36 mil por ano. Pelo texto final, a legislação só entrará em vigor em julho, mas precisava ser regulamentada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional, órgão que Continue lendo