O Simples Nacional 2018 para o Negócio Digital tem mudanças significativas para esses empreendedores.

O empreendedor digital deve estar atento a como ficarão as novas regras da tributação do Simples Nacional 2018.

A principal mudança acontece no aumento do limite de faturamento para as empresas do Simples Nacional.

O limite agora sua empresa permanecer no Simples Nacional será de 4,8 milhões de reais.

As mudanças influenciam diretamente a quem faturar esse valor para 2017.

Assista o vídeo 1:

Essa situação deve ser analisada individualmente para resolver questão da migração para o simples nacional.

Por isso é importante construir uma previsão. Isso é necessário para entender se vale a pena ficar no simples nacional, mesmo não tendo um faturamento dessa natureza.

Porém temos um alerta importante

Se o seu faturamento estiver na faixa de 3,6 milhões a 4,8 milhões, vai pagar a parte além da alíquota do imposto a alíquota do ICMS e do ISS.

Especificamente nos casos do Simples Nacional 2018 para empresas digitais vamos nos atentar ao ISS.

Haverá ainda futuramente regulamentação de como vai ficar essa questão e como será feito o pagamento, ainda não foi deliberada essa informação.

Contaremos também com uma tabela que no caso das empresas digitais corresponderá ao anexo III.

  • Faturamento de até 180 mil – percentual 6% – dedução 0
  • Faturamento de até 360 mil – percentual 11,20% – dedução 9.360,00
  • Faturamento de até 720 mil – percentual 13,5% – dedução 17.640,00
  • Faturamento de até 1,8 milhões – percentual 16% – dedução 35.640,00
  • Faturamento de até 3,6 milhões – percentual 21% – dedução 125.640,00
  • Faturamento de até 4,8 milhões – percentual 33% – dedução 648.000,00

Mas calma, as coisas não são simples como parecem!

Apesar da existência dessa tabela o cálculo é feito de maneira diferente.

Se o faturamento da empresa for de por exemplo R$120.000,00, isso não quer dizer que pagará apenas 6% de impostos.

Essa é a tabela principal, porém quando feito um cálculo efetivo fica diferente.

É necessária uma análise se para a sua empresa vale a pena ficar no Simples Nacional 2018 pois existem outras formas de tributar.

 

Como calcular o Simples Nacional 2018

Com as mudanças da regra, a tabela que temos no anexo III vai se aplicar para maior parte das empresas digitais, que hoje vendem produto como afiliado, produtores digitais, que vendem serviços pela internet e mais uma série de atividades.

Na Tactus fizemos um estudo detalhado em todos os CNAEs (Códigos de Atividades Econômica) dos nossos clientes para validar o anexo aplicável com as mudanças do Simples Nacional. 

Mas essa tabela não pode ser interpretada de maneira literal, existe uma fórmula para chegar até esse percentual.

Fórmula do Simples Nacional 2018

A fórmula engloba a receita bruta dos últimos 12 meses X alíquota que se encaixa na tabela – tabela de dedução (consta na tabela original).

Esse resultado deve ser dividido pela própria receita bruta dos últimos 12 meses.

O que é mesmo que você disse?

Vamos lá:

RECEITA BRUTA 12 MESES X ALÍQUOTA – DEDUCÃO / RECEITA BRUTA 12 M

Assista o vídeo 2 para entender melhor:

Assistiu? Agora tenho certeza que ficou mais fácil de entender!

Mas vamos complementar.

Essa não é a questão mais fácil de compreender, no exemplo dado no vídeo você pode entender de maneira mais prática.

Cálculo do Simples Nacional na prática

Numa empresa temos as seguintes informações:

  • Faturamento em 01/2018 foi de R$ 35.000,00
  • Receita bruta dos últimos 12 meses foi de R$ 540.000,00

Na prática essa empresa teve uma redução de faturamento pois considerando a média ela ultrapassa os R$35.000,00 mensais.

E a fórmula acima deve ser aplicada dessa maneira:

  • R$ 540.000,00 x 13,5 % – R$ 17.640,00 / R$ 540.000,00 = 10,23%

Essa equação resultará numa alíquota de 10,23%.

Isso é diferente do percentual da tabela, por isso precisa se atentar a esse fator.

Seguindo somente a tabela teria que pagar 13,50 %, mas aplicando essa fórmula corretamente tem outro resultado.

Mas todo esse cálculo é variado na receita que teve nos 12 meses anteriores.

A questão é como fazer todo esse cálculo e chegar num resultado para saber o que vale mais a pena e como vai ficar todo esse processo.

 

Comparativo Simples Nacional e Lucro Presumido

Um serviço de contabilidade especializada em negócios digitais como a Tactus tem faz grande diferença no suporte do cliente.

Nós fazemos a análise para saber se vale a pena para a empresa continuar no simples nacional em 2018 caso a caso.

Precisamos fazer o cálculo específico para entender a sua situação.

Assista esse vídeo final:

Todo esse cálculo aqui na Tactus é feito através de uma ferramenta.

Incluímos a informação dos clientes nela, informando o que aconteceu no ano anterior nos últimos 12 meses, junto com o faturamento previsto para janeiro e a previsibilidade de faturamento futura.

Isso porque a minha ferramenta vai calcular o imposto já com as novas regras do simples nacional 2018 e me apresentar um comparativo de imposto considerando a opção entre simples nacional e lucro presumido.

Considerando a tabela do simples é possível enxergar que quem possui o faturamento muito alto tem muitos impostos a pagar, podendo chegar até 33% de imposto mais o ISS.

Por isso é importante a análise, para que tomemos a decisão correta baseada no seu caso específico.

Se tomar uma decisão errada na hora da escolha da tributação pode pagar mais impostos do realmente deveria, é preciso ter muito cuidado em relação a isso.

O comparativo entre simples nacional e lucro presumido engloba todos os impostos e tributos incidentes:

  • PIS
  • COFINS
  • IRPJ
  • CSLL
  • ISS

Somados eles representarão 16,33% já inclusos no ISS contando com alíquota de ISS de 5%.

Tem municípios em que essa alíquota é menor que 5%.

Nessa alíquota ainda corre o risco de ter um pouco mais de imposto, que é o adicional de renda de pessoa jurídica, mas vamos no até a alíquota mínima que temos.

Há também o INSS nos seguintes casos:

  • Funcionários até 28% sobre os valores pagos
  • Pró-labore 20% sobre o total de retiradas mensais

Nesse caso devemos comparar os 16,33 + INSS 20% sobre o valor de pró-labore dos sócios e até 28% sobre o valor dos funcionários.

Isso deve ser somado e comparado a alíquota do simples.

Simples Nacional X Lucro Presumido

É preciso ter uma previsão do que vai acontecer em 2018 durante o ano todo e essa previsão não é tão simples.

É preciso considerar alguns critérios.

Hoje em dia na Tactus analisamos cada cliente de forma individual, calculando a melhor tributação.

Pois temos que decidir no mês de janeiro se ele vai para o Lucro Presumido ou ficará no simples nacional.

A partir dessa análise caso a caso, optamos pelo que mais vale a pena.

Essa é uma variável muito importante e necessária para segurança no mercado digital

E essa segurança a Tactus pode proporcionar a você, nós olhamos individualmente o caso de cada cliente.

Nosso papel é fundamental para ajudar a sua empresa a pagar menos impostos em 2018

Tudo parece muito louco e confuso, a nossa legislação tributária é muito confusa, mas você precisa ter é alguém que traduza essa loucura para a sua empresa e nós temos esse papel.

Entre em contato agora mesmo conosco!

Somos uma empresa de contabilidade especializada em negócios digitais e temos uma orientação tributária adequada para você e sua empresa em 2018.

Se não é nosso cliente entre em contato:

WhatsApp (11) 9.9632-2729

Chat ao lado

E-mail: jefferson@tactus.com.br


Leave a Reply

Your email address will not be published.