Operação desarticula grupo suspeito de sonegar impostos e fazer ‘caixa 2’ na Bahia

 

Operação desarticula grupo suspeito de sonegar impostos e fazer 'caixa 2' na Bahia

Prejuízo é de mais de R$ 2 milhões por ano aos cofres públicos, diz Sefaz.

Empresas são do ramo de comércio atacadista de materiais de construção.

A Operação Espelho Mágico desarticulou na madrugada desta terça-feira (18) um grupo suspeito de sonegar cerca de R$ 2 milhões por ano dos cofres públicos da Bahia. A ação foi realizada na região de Feira de Santana, município a cerca de 100 Km de Salvador. De acordo com informações da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz), o grupo atuava em duas empresas do ramo de comércio atacadista de materiais de construção.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Operação que envolveu equipes da Sefaz, da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), além da Promotoria de Justiça Especializada em Combate à Sonegação Fiscal em Feira de Santana.

Investigações

A atuação das empresas começou a ser observada pela Sefaz há dois anos. Segundo a Secretaria, documentações indicam que operações comerciais eram realizadas com a emissão de notas fiscais com valor inferior ao real. A diferença entre os valores resultava no "caixa dois", contabilidade paralela considerada crime contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *