Por Ariane Ducati

O Ministério Público do Paraná realiza uma operação nesta quarta-feira (14) para investigar uma quadrilha suspeita de fraudar os cofres estaduais em cerca de R$ 153 milhões. Setenta e nove empresas, todas do setor gráfico, do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro são investigadas. A Operação Papel também suspeita de 212 pessoas envolvidas em fraudes tributárias.

O valor estimado da fraude é correspondente a Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) não recolhido, que chega a R$ 113 milhões, e R$ 40 milhões que teriam sido desviados em tributos federais.

De acordo com informações do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), mais de 300 agentes participaram da Operação Papel. Entre eles, agentes do Gaeco, integrantes da Promotoria de Justiça de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária, policiais militares e civis dos quatro estados.

Até as 10h40 o Ministério Público não havia divulgado o número de prisões e apreensões efetuadas. Às 11h, um balanço da Operação Papel será apresentado em Curitiba.

Fonte: G1


Leave a Reply

Your email address will not be published.