Como o Fisco Fiscaliza Empresas Digitais?

Para começar a abordar esse tema, optamos por começar esclarecendo exatamente o que é o fisco? Para que serve e o que regulamenta?

A utilização do termo Fisco engloba, ou melhor, compreende a representação do estado como gestor do tesouro público. E essa gestão está enlaçada a tudo o que diz respeito às questões financeiras, econômicas, patrimoniais e com foco especial para as questões tributárias.

Portanto, o fisco é um órgão público que tem como função fiscalizar tanto as empresas – pessoas jurídicas – quanto as pessoas físicas no que diz respeito às suas finanças e principalmente com relação a regulamentação das suas questões tributárias.

Dessa forma, todo e qualquer cidadão é regularizado pelo mesmo.

Quais são os cuidados que as empresas digitais precisam ter para evitar problemas com o Fisco?

Um dos cuidados que as empresas digitais devem ter é com o cruzamento de informações do Fisco.

O Fisco tem o melhor computador (sistema) que existe no Brasil, na verdade mais que isso, o Fisco tem um dos melhores sistemas que existem no mundo no que se refere ao cruzamento de informações, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas.

O computador do Fisco tem a capacidade de cruzar milhares e milhares de informações por segundo, por isso é essencial tomar muito cuidado com toda a questão financeira e tributária que você movimenta.

A fiscalização acirrada do Fisco regulamenta absolutamente tudo o que você puder imaginar.

Ele sabe que você trocou de carro, comprou um imóvel, adquiriu um terreno, que existiu circulação de dinheiro em sua conta corrente, que você realizou algum pagamento, que mantem um valor x de dinheiro aplicado, enfim, qualquer transação financeira realizada por você, seja de forma jurídica ou física, o fisco está informado das suas movimentações.

E toda a questão com relação a isso é que se você não tiver lastro desse dinheiro uma hora ou outro esse dinheiro vai ser descoberto pelo Fisco, ou ele vai simplesmente ir atrás até descobrir e tomar as medidas legais, o que com certeza causará consequências desagradáveis, além dos custos financeiros que provavelmente acarretará.

Portanto, é essencial ter cuidado e fazer as transações financeiras de forma adequada pois de outra forma com certeza em algum momento a fiscalização deles entrará em cena, e como é uma fiscalização muito detalhada uma hora o problema acaba aparecendo.

Além do que, vivemos nesse momento uma crise tanto econômica quanto política dentro do Brasil, e essa situação faz com que a fiscalização do fisco aumente ainda mais, os fiscais estão atentos e praticamente em busca de irregularidades para poderem ir atrás, multar e fazer as devidas regulamentações.

Podemos dizer que o Fisco está ainda mais voraz pela regulamentação tributária para aumentar o quanto pode a arrecadação do estado, então, esse é um momento para você estar com a atenção redobrada nos cruzamentos de informações do fisco.

Portanto, fique atento as suas movimentações financeiras para não gerar futuros problemas fiscais para si mesmo ou para sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *