Quanto custa um funcionário registrado

Calcular quanto custa um funcionário registrado definitivamente não é uma tarefa fácil.

Para facilitar seu entendimento gravamos dois vídeos que explicam isso melhor.

Vídeo 1 – Saiba as incidências trabalhistas e sociais sobre um funcionário:

Como pode observar existem muitos detalhes que influenciam diretamente os calculos dos custos de um funcionário na sua empresa. Muitas incidências são provenientes de outros direitos que já incidiram sobre o salário. Tudo isso somado só aumenta os custos.

Agora assista o 2º vídeo.

Vídeo 2 – Os calculos dessas incidências na prática:

Nesse vídeo fizemos uma simulação de um salário de R$1.000,00 algo relativamente baixo pelos salários pagos, mas somente para facilitar o entendimento de quem assistir. Também foi considerado um ano de registro, apenas para facilitar nosso exemplo. Os valores calculados são as despesas mensais projetadas desse funcionário nesse caso hipotético.

É preciso avaliar que muitos fatores dependem de sindicato para sindicato, além de caso a caso, como ocorre com os valores de vale transporte, refeição, etc.

Não se esqueça que no caso de uma empresa no regime de lucro presumido os calculos serão ainda mais altos. Há a incidência de aproximadamente 27% de INSS, RAT e outras entidades. Isso onera ainda mais empresas que não estão enquadradas no simples nacional.

De qualquer modo, há de se admitir que gerar emprego no Brasil não é uma tarefa simples. Portanto, cabe ao empreendedor calcular todos os custos envolvidos para manter o profissional e contar com reserva para dispensar o profissional em caso de necessidade, diminuido seu custo fixo.

Se tiver dúvidas envie para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *