Proposta inclui representantes comerciais no Supersimples

Proposta inclui representantes comerciais no Supersimples

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei Complementar 377/14, do deputado Assis Melo (PCdoB-RS), que permite aos representantes comerciais optar pelo Supersimples – regime especial de arrecadação de tributos destinado a microempresas e empresas de pequeno porte.

O projeto altera o Estatuto da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/06). Segundo Assis Melo, os serviços de representação comercial “são de grande importância para o bom funcionamento do mercado econômico, cujos resultados poderiam mostrar-se ainda mais positivos se tivessem reduzidos os seus custos tributários e burocráticos”.

O deputado acredita que a perspectiva de crescimento estável e contínuo da economia brasileira nos próximos anos permite a inclusão de novas categorias no regime sem prejudicar a arrecadação. “Esse novo passo na implantação do Supersimples também contribui para reduzir a informalidade, gerar empregos, desburocratizar e reduzir custos administrativos, além de distribuir a carga tributária de maneira mais justa”, completa.

Tramitação
O projeto foi apensado ao PLP 399/08, que inclui no regime as empresas de prestação de serviços de arquitetura e agronomia. As propostas serão analisadas pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, serão votadas pelo Plenário.

Íntegra da proposta:

§  PLP-377/2014

Reportagem – Lara Haje
Edição – Daniella Cronemberger

Fonte: Agência Câmara Notícias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *