Malha fina deve pegar mais gente em 2014

Malha fina deve pegar mais gente em 2014

Isso não significa que as pessoas estejam erradas, mas a Receita está cada vez mais rigorosa e consegue detectar pequenos equívocos


Ana Paula Pedrosa

Receita Federal libera nesta segunda-feira o sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda. Cerca de 711 mil contribuintes, ou 3,2% do total dos que declararam Imposto de Renda neste ano, caíram na malha fina. O número é 18% superior ao do ano passado, e a tendência é que aumente no próximo ano, diz o professor de direito tributário da universidade Fumec, Carlos Vitor Muzi.
“O número dos que caem na malha fina vai ser cada vez maior. Não significa que as pessoas estejam erradas, mas a Receita está cada vez mais rigorosa e consegue detectar pequenos equívocos, como um número digitado errado. Qualquer diferença de centavos pode ser motivo para a declaração ficar retida”, diz. Ele explica que o contribuinte não precisa esperar o último lote para saber se vai receber ou se está na malha fina.
A partir da entrega da declaração, é possível acompanhar a situação pelo site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br) e corrigir os erros por meio de uma declaração retificadora. Muzi destaca que além de pequenos erros causados por falta de atenção, a omissão de dados e as deduções de despesas médicas e odontológicas também estão na mira da Receita. No caso dos gastos com profissionais de saúde, ele aconselha que o contribuinte faça os pagamentos em cheque e guarde o número do documento, para o caso de precisar comprovar o pagamento ao fisco.
Pagamento
No lote que será liberado nesta segunda-feira, pouco mais de 2,2 milhões de pessoas receberão restituição no valor total de R$ 2,667 bilhões. O pagamento será realizado em duas etapas, nesta segunda (16) e na próxima sexta-feira. Também poderão serão liberadas as consultas aos lotes residuais referentes aos exercícios de 2012 a 2008.

Fonte: O Tempo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *