Mulheres estão cada vez mais empreendedoras

Mulheres estão cada vez mais empreendedoras

No Brasil, quase 30% dos cargos de liderança são ocupados pelo sexo feminino; desafio maior é nas empresas familiares

Segundo o advogado, mestre em Estratégia, especialista em Direito Empresarial e Tributário, Renato Vieira de Avila, por tradição, homens são preparados desde o berço para governar e assumir os negócios familiares. Entretanto, dados do International Business Report 2012 (IBR), apontam que no Brasil, 27% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres. O índice revela crescimento de três pontos em relação ao ano de 2011.

Para que esse número de gestoras também ocupe cargos de liderança em empresas familiares, é preciso quebrar paradigmas e superar o preconceito e as indiferenças. De acordo com Avila, o fato da grande maioria das empresas familiares de Santa Catarina terem sido fundadas por homens explica, em parte, o motivo desta resistência na hora da sucessão.

“O desafio para superar este modelo corporativo masculino existe e é missão a ser superada pelas próximas gerações de gestores”, destaca o especialista. Mesmo com este visível crescimento, dados de pesquisas norte-americanas indicam que a média salarial masculina em cargos executivos chega a ser quatro vezes maiores do que a remuneração feminina.

Estilo

Para Vieira de Avila, a inserção da mulher neste cenário corporativo é positiva por muitos fatores, como estilo mais inclusivo, intuitivo e voltado mais a pessoas do que às tarefas e aos números. Porém, o especialista aponta que uma mulher de sucesso – assim como qualquer homem -, deve ter características de competitividade e autoridade ou liderança. Ambos os gêneros requerem atributos como senso de adequação ao mercado e saber ouvir e comunicar, para sobressair-se. “Mais do que buscar uma equiparação ao homem, a luta da mulher deve se manter em não haver diferenciação”, afirma o advogado. 

Desafios das mulheres na sucessão:

Quebrar paradigmas familiares;

Lidar com o preconceito e indiferenças dos gestores do alto escalão corporativo;

Conciliar o papel profissional e o pessoal, como mulher, dona de casa e mãe;

Manter-se atualizada em sua área de atuação e saber a hora de reciclar conceitos.

Diferenciais das mulheres nos negócios:

Humildade para aprender e reconhecer erros;

Mais ambiciosa e persistente em sua carreira;

Mantém um clima organizado e mais positivo;

Estilo mais inclusivo, intuitivo e voltado mais pessoas do que às tarefas e aos números.

Fonte:  Jcnet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *