Receita Federal investiga fraude que deu prejuízo de R$ 30 milhões em SE

Receita Federal investiga fraude que deu prejuízo de R$ 30 milhões em SE

Mais de 30 empresas já foram identificadas no esquema fraudulento.
Cartilha foi lançada para orientar os empresários para não caírem no golpe.

As fraudes no pagamento de tributos federais vêm sendo investigada pela Receita Federal e pela Procuradoria da Fazenda Nacional. Em Sergipe, 32 empresas que participaram do esquema fraudulento já foram identificadas. Juntas, elas geraram um prejuízo de R$ 30 milhões aos cofres públicos, dinheiro que já está sendo recuperado.
Segundo o auditor fiscal Malton Caldas, os empresários são abordados por supostos consultores tributários que de forma fraudulenta oferecem serviços para diminuir a carga de tributos que o empresário deve ao fisco federal.

Eles assediam os empresários oferecendo em uma das modalidades títulos que supostamente valem milhões quando na verdade não valem isso para que o empresário utilize esses créditos. Ele compra desse suposto consultor tributário e vai utilizar esse título podre, com valor insignificante para quitar dívida de até milhões”, explica Malton.
O Conselho Regional de Contabilidade em Sergipe está preocupado com esse tipo de fraude e têm tentado orientar os profissionais da área para que fiquem atentos. “Muitos empresários às vezes consultam o contador e ele orienta como deve ser procedido, mas nem sempre isso acontece. Casos preocupantes que a gente vê que realmente as empresas estão muito suscetíveis a problemas futuros tributáveis”, afirma Maria Salete Barreto Leite, vice-presidente do conselho.
Na tentativa de orientar os empresários para que não se tornem vítimas da fraude a Receita Federal disponibilizou uma cartilha explicativa sobre o assunto. “Quando o empresário for assediado por esses supostos consultores tributários, que ele procure a Receita Federal, procure o seu contador para que ele realmente seja orientado e verifique se proposta é lícita”, orienta o auditor fiscal.

Fonte: G1SE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *