Azaleia fecha fábrica e demite 840 funcionários no RS

TV Band Porto Alegre

A fabricante de calçados Azaleia anunciou na segunda-feira o fechamento de sua fábrica no município gaúcho de Parobé, a 70 quilômetros de Porto Alegre. A demissão em massa surpreendeu os 840 trabalhadores.

A fábrica, primeira unidade de uma das maiores indústrias de calçados do país, fecha as portas após 53 anos de atividades, em Parobé, a 70 quilômetros de Porto Alegre. A prefeitura está preocupada com o impacto financeiro. A empresa, que mantém outras fabricas no Nordeste e na Argentina, era responsável por 30% do ICMs do município.

Em nota, a empresa explicou os motivos do fechamento da fabrica: a perda de competitividade nas exportações, devido à valorização do real frente ao dólar e a concorrência com os sapatos importados.

Mas enquanto os funcionários assinavam as demissões, um carro de som anunciava vagas. E cinco empresas calçadistas da região informaram que pretendem contratar parte da mão-de-obra dispensada. Para a vice-prefeita isso indica que o mercado está aquecido, no entanto, a empresa preferiu produzir em outras regiões, onde o custo é menor.

No primeiro trimestre deste ano a exportação de calçados caiu 33% em relação ao mesmo período de 2010. Enquanto a importação cresceu 24%. Isso segundo a Abicalçados, a associação das indústrias, foi o que mais prejudicou a fábrica de Parobé, que produz tênis e sapatos femininos de preço médio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *