Receita faz operações contra sonegação em SP

Empresas e entidades que deixaram de pagar aos cofres públicos serão fiscalizadas

 

A Receita Federal iniciou nesta segunda-feira (18) três grandes operações para combater a sonegação de impostos no Estado de São Paulo. Empresas e outras entidades que fugiram do Imposto de Renda ou que deixaram de pagar ao fisco são os principais alvos.

 

Na primeira, 127 empresas que apresentaram pedidos de restituição de valores alegadamente pagos de forma indevida – que somam R$ 142,6 milhões – serão intimidas a comprovar que precisam mesmo ser restituídas.

A segunda ação, que trata de ações judiciais, vai fiscalizar 330 companhias. Segundo a Receita, elas deixaram de dar aos cofres públicos um total de R$ 616,8 milhões por conta de supostas ações judiciais que estariam suspendendo a exigência de pagamento dos tributos.

O terceiro movimento estará voltado para 50 entidades que não pagam impostos federais por estarem, em tese, exercendo atividades em benefício do Estado ou por serem beneficiadas por uma isenção ou imunidade legal.

As operações devem se estender ao longo desta semana, segundo nota da Receita. Grande parte dos detalhes, como o nome das empresas investigadas ou os ramos em que elas atuam, não foram divulgados para não prejudicar as investigações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *