Receita Federal em Campinas arrecada mais de R$ 2 bilhões

Campinas – A Delegacia da Receita Federal do Brasil em Campinas divulgou que as equipes de fiscalização da DRF/Campinas aplicaram um total de R$ 2,86 bilhões em autuações contra pessoas físicas e jurídicas em 2010. Do montante lançado como crédito tributário, R$ 2,74 bilhões foram contra empresas.
No ano de 2010 foram fiscalizados 10.573 contribuintes, sendo 753 pessoas jurídicas e 9.820 pessoas físicas. O número de contribuintes fiscalizados registrou um aumento de 17,78% em relação ao ano de 2009, ano em que foram fiscalizados 8.977 contribuintes entre pessoas físicas e jurídicas.
Conforme informações apuradas com a Delegacia da Receita Federal do Brasil em Campinas, o valor das autuações registrou um crescimento de 80,99% em relação ao ano de 2009, quando totalizou R$ 1,58 bilhão.
Durante o ano de 2010 foram lançados R$ 62,6 milhões contra contribuintes que estavam com suas declarações de Imposto de Renda Pessoa Física retidas em malha fiscal. No momento a DRF/Campinas possui cerca de 29.500 declarações que estão retidas na malha fiscal, basicamente relativas aos exercícios de 2010, 2009 e 2008.
Segundo a Secretaria da Fazenda, vale a informação de que é preciso avisar aos contribuintes que estão em malha sobre a disposição de um serviço que facilita a auto-regularização. Para que isso seja possível é preciso acessar ao endereço eletrônico da Receita Federal, ou melhor, o site http://www.receita.fazenda.gov.br.
Após a geração de um código de acesso, o contribuinte poderá entrar no Portal e-CAC e verificar eventuais pendências na Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) e saber o que é preciso fazer para resolvê-las. A previsão da DRF/Campinas para o ano de 2011 é de superar o valor das autuações aplicadas durante o ano de 2010.

 

Tributos

 

Já a arrecadação de tributos federais bateu recorde no ano passado na área da Delegacia da Receita Federal do Brasil, em Campinas. No ano passado, os cofres do órgão na região receberam R$ 13,4 bilhões. O total arrecadado é quatro vezes maior do que a previsão de receitas projetadas no orçamento de Campinas para este ano, que chega a R$ 3,23 bilhões.
As receitas fazendárias apresentaram evolução de 21,5% e somaram R$ 9,23 bilhões. Os recursos provenientes da Previdência subiram 8,6% e totalizaram R$ 4,15 bilhões.

Variação

O tributo que teve a maior variação em relação a 2009 foi o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), com alta de 36,4%. Foi recolhido o total de R$ 1,66 bilhão do imposto que incide sobre a produção da indústria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *