Revisão fiscal e contábil da empresa evita problemas com o fisco

Receita federal fecha o cerco contra os contribuintes e empresários devem se precaver

 

 Sua empresa está realmente quite com o leão? Ano a ano, o poder da Receita Federal diante dos contribuintes aumenta e o governo passa a cruzar informações cada vez mais detalhadas – e inclusive retroativas. Por isso, especialistas recomendam que os empresários façam uma revisão fiscal e contábil das movimentações de seu negócio nos últimos cinco anos, a fim de evitar problemas futuros com o fisco.

Em breve, as informações referentes a CPF e CNPJ serão cruzadas com dados de cartórios, Detrans, bancos e empresas em geral. Nas empresas, além das operações já rastreadas (folhas de pagamento, FGTS, INNS, IRRF, etc.), passarão a ser cruzadas as informações de compra e venda de mercadorias e serviços em geral, bem como os financiamentos.

Grande parte do “poder” da Receita Federal deve-se ao supercomputador T-Rex e ao software Harpia, capazes de cruzar informações de secretarias, bancos, administradoras de cartões de crédito e cartórios, entre outras organizações.

Acredita-se que, em breve, a Receita Federal passará a oferecer a declaração de Imposto de Renda já pronta, para que o contribuinte apenas a valide. Por isso, as empresas devem se esforçar cada vez mais para acertar detalhes no sentido de minimizar problemas com o fisco.

“Até mesmo quem não tem a intenção de sonegar imposto muitas vezes comete algum deslize, geralmente por falta de orientação”, afirma José Roberto Castanheira, do escritório Castanheira Consultores Associados.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *