Imposto de Renda – 2010 – Leão mostra como fazer declaração do IR sem erros

 

A Receita Federal lançou um conteúdo especial para os cerca de 24 milhões de contribuintes que deverão acertar as contas com o Leão este ano. É uma espécie de cartilha em sua página eletrônica para auxiliar na hora de preencher a declaração do Imposto de Renda e pagar o valor devido, se houver. O guia pode ser acessado pelo site da Receita, na opção Declaração 2010 (www.receita.fazenda.gov.br) ou diretamente por meio do link–www.receita.fazend a.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2010.

Na prática, o órgão consolidou em uma única área todas as informações sobre IR da pessoa física, que antes estavam dispersas em diferentes setores do site, dificultando a localização pelo contribuinte. “Com o melhor acesso à informação, a Receita espera que haja menos erros no preenchimento das fichas”, afirmou a coordenadora-geral de Atendimento e Educação Fiscal, Maria Helena Cotta Cardozo.

ATRASO EM DOWNLOAD

Segundo ela, 63% dos contribuintes que ficaram retidos em malha fina resolveram a pendência após constatar o erro, por meio de acesso ao serviço disponível na página da Receita. De acordo com o Fisco, a quantidade de contribuintes que cometem falhas ao preencher a declaração ainda é elevada. Ano passado, o número de retificações cresceu 408,4% em comparação a 2008.

Contribuintes que entregarem primeiramente a declaração do IR 2010 receberão a restituição nos primeiros lotes, se não houver pendências. A prioridade é dos idosos, mas quem sai na frente é beneficiado. “A liberação é conforme a ordem de entrega, independentemente do valor da restituição”, explica o supervisor nacional do Programa do IR da Pessoa Física, Joaquim Adyr.

Ontem, houve atraso na liberação do download do programa da declaração, que já pode ser entregue. O prazo para envio é 30 de abril. Pela manhã, o contribuinte teve dificuldade para acessar a página na Internet, mas, segundo a Receita, o problema foi normalizado.

Informações em 4 grupos

A Receita Federal dividiu o material do Imposto de Renda em quatro grupos: Declaração; Pagamento; Situação da Declaração e Restituição. Em “Declaração”, o contribuinte pode fazer o download dos programas necessários para preenchimento e envio dos dados, além de encontrar informações sobre novidades, obrigatoriedade, formas de declaração, prazos etc.

Em “Pagamento”, é possível emitir o boleto para quitas as cotas, conhecido também como Darf, obter informações sobre a inclusão em débito automático e a antecipação de parcelas e as instruções para fazer acertos em caso de atraso.

Em “Situação da Declaração” e “Restituição”, pode-se acompanhar o processamento, eventuais pendências e a futura inclusão nos lotes a serem liberados a partir de junho.

 

Fonte: O Dia On-line – RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *