Insatisfação de Funcionários

Líderes devem ficar atentos com insatisfações dos funcionários

Existem muitos fatores que desmotivam os funcionários, mas boa parte das insatisfações é em relação à gerência. Sendo de responsabilidade dos líderes o bom andamento do ambiente corporativo, cabe a eles então, rever alguns conceitos e transformar a relação com sua equipe em um trabalho alinhado e harmonioso.

E porque será que os funcionários se demitem? “Muitas vezes eles não pedem demissão de sua empresa e sim de seu chefe”, alerta Ricardo Piovan, consultor organizacional e autor do livro “Resiliência – como superar as pressões e adversidade no trabalho”, explica que existem três insatisfações básicas que os líderes das organizações devem ficar atentos, são elas:
1. Salário não compatível: Quando um colaborador recebe o salário não condizente ao seu cargo, ele considera este processo uma grande injustiça, pois, alguém está ganhando em cima dos seus esforços e normalmente o pensamento é que seu líder está sendo beneficiado e ele não.
2. Falta de reconhecimento e expectativa de crescimento na organização: A grande maioria das pessoas deseja subir escalões mais altos na organização, tanto para satisfazer suas necessidades financeiras como, para ter o sentimento que seus esforços estão sendo recompensados. Se ele perceber que esta possibilidade é remota, seja pela falta de reconhecimento do seu chefe ou porque a empresa não oferece esta prerrogativa, o funcionário inicia um processo de busca desta possibilidade em outras empresas.
3. Conflitos a liderança decorrentes a cobranças: É nato do ser humano participar de grupos, seja na família, no clube, ou no time de futebol. Não conseguimos viver sozinhos e a companhia é um fator importante para a sobrevivência. Não queremos só viver em grupo, queremos viver em harmonia, e normalmente a pressão e a cobrança por resultados rápidos, impede que o ambiente corporativo tenha esta harmonia que desejamos, gerando ai a insatisfação.
Outras insatisfações dos funcionários:
– Muitas reuniões e pouca prática;
– Metas inatingíveis;
– Falta de treinamento;
– Impossibilidade de errar;
– Falta de Feedback ou Feedback mal executado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *